22 junho 2005

A Rosa da Tarde


Meu bem eu queria explicar
Porque tudo parou de repente
Para essa dor queimar em meu peito
E fazer essa lágrima brotar.

E por que essa lágrima brotou?
No meio de tanto fogo
Essa flor se fez mágica
Na magia do meu coração.

Que é deserto e é oceano
Que é riso e desespero
Que é morte no meio de tanta vida.

Será essa certeza, meu bem?
De que a bruma esconde da manhã
A rosa que acaba de se fazer?
De que mih'alma sofre tão tarde?
Que meu coração só nasceu pra você?

Foi a lua que quis, meu bem
Que toda a minha dor fosse sua
Que toda sua alegria me fizesse sorrir.

Foi a lua que quis...
E tentou esconder
Toda brisa
Toda paixão
No brilho de seu esplendor
No brilho de sua escuridão.

Como eu queria, meu bem
Calar meu coração
Para que daí não escutes
A dor que a gritar já vem
(E vem tão tarde!)

Que eu nunca pudesse sofrer
(Porque sofres)
Que essas lágrimas nunca tivessem nascido
(Pra não sentires)
Que meu coração fosse calmo
(Para teres paz)

Que eu nunca mais tivesse existido.

Abril/2002

2 Comentários

  1. Anonymous Dj Postado em 22/6/05 18:47  
    Muito lindo... perfeito demais....
    Vc tem futuro Nina!!!!

    Abraços...
  2. Blogger Bill Postado em 22/6/05 22:58  
    Owww minha limorada =]
    Linda do meu coração
    Show de bola =]

    :************

Postar um comentário

« Home