25 outubro 2005

Inspiração


Sei que todos estão ansiosos para ler a continuação do conto. Devo confessar que é um terreno no qual eu nunca me aventurei pelo terreno dos contos. E pra mim é realmente desesperador ficar diante da tela em branco e nada vir à cabeça.
As idéias até que aparecem, mas não se organizam, não tem uma coerência e nem me parecem dignas de serem publicadas, daí eu acabo fechando o programa e desisto.

Pra começar essa história eu fiz umas três tentativas, abria o programa pra postar escrevia umas linhas e desistia! Só postei depois que mostrei para o Djalma é que eu criei coragem para publicar.

Mas pra escrever a segunda parte está acontecendo a mesma novela... Eu abro o programa, começo a escrever... e apago.

Peço desculpas à todos que esperam pela continuação, mas sinto informar que vocês vão precisar de um pouco de paciência!

Abraços a todos!!!!

BELO BELO

Belo belo minha bela
Tenho tudo que não quero
Não tenho nada que quero
Não quero óculos nem tosse
Nem obrigação de voto
Quero quero
Quero a solidão dos píncaros
A água da fonte escondida
A rosa que floresceu
Sobre a escarpa inacessível
A luz da primeira estrela
Piscando no lusco-fusco
Quero quero
Quero dar a volta ao mundo
Só num navio de vela
Quero rever Pernambuco
Quero ver Bagdá e Cusco
Quero quero
Quero o moreno de Estela
Quero a brancura de Elisa
Quero a saliva de Bela
Quero as sardas de Adalgisa
Quero quero tanta coisa
Belo belo
Mas basta de lero-lero
Vida noves fora zero.

Manuel Bandeira
Petrópolis, fevereiro de 1947


22 Comentários

  1. Blogger PiresF Postado em 25/10/05 20:51  
    Experimenta fazer assim:

    Escreve tudo o que te vier à cabeça até ao fim, depois faz revisão, corta e inclui o que achares por bem, até a história começar a ter a forma que queres.

    Eu dou-me bem com este processo. Escrevo primeiro, tendo em atenção a ideia e só depois me preocupo com a forma. Por vezes até sai logo tudo direito.

    Boa escrita. SEM MEDOS.
  2. Anonymous titobs Postado em 25/10/05 20:56  
    naoooooo... :( entrei hj esperando que achasse aq a segunda parte! mais kde??? ...heheheh
    seguinte gostei de seu blogger espero que nao mi proiba que eu volte aq!! ...rsrsrs
    beijus moça... e sucesso.. O_O
  3. Blogger Valkye Postado em 25/10/05 23:01  
    Quem disse que era fácil escrever?
    Boa sorte com a continuação de seu conto, que venha logo a inspiração para que eu possa continuar lendo sua estória.
    ^^
    Belo Belo
    Manuel Bandeira

    Belo belo belo,
    Tenho tudo quanto quero.

    Tenho o fogo de constelações extintas há milênios.
    E o risco brevíssimo — que foi? passou — de tantas estrelas cadentes.

    A aurora apaga-se,
    E eu guardo as mais puras lágrimas da aurora.

    O dia vem, e dia adentro
    Continuo a possuir o segredo grande da noite.

    Belo belo belo,
    Tenho tudo quanto quero.

    Não quero o êxtase nem os tormentos.
    Não quero o que a terra só dá com trabalho.

    As dádivas dos anjos são inaproveitáveis:
    Os anjos não compreendem os homens.

    Não quero amar,
    Não quero ser amado.
    Não quero combater,
    Não quero ser soldado.

    — Quero a delícia de poder sentir as coisas mais simples.
  4. Blogger Outra Pessoa Postado em 25/10/05 23:41  
    Bom vamos lá! Você tem que colocar tudo que vem a cabeça! Fácil até aqui!
    O problema é vc tem medo de postar o que pensa! Não tenha!
    Ou seja eu já disse e repito o que vem de ti é maravilhoso e não tenha medo disso!
    Agora mãos a obra e publique a segunda parte!

    De forma alguma se sinta assim! Isso faz vc se esconder de vc mesma!

    Beijão!!! ;o)~
  5. Anonymous Marilia Postado em 25/10/05 23:49  
    que isso carol...deixa de medo.... e escreve logo a segunda parte....
    vc escreve bem é só deixar o medo de lado tá
    beijinhos
  6. Blogger Ricardo Postado em 26/10/05 07:42  
    Ah, minha linda, fica preocupada não!
    Sabe quel o nosso maior problema? É o medo! Medo da crítica, medo de não agradar. Medo do que vão falar!

    Pois esqueça isso! Livre-se do medo e mete o pau no teclado!
    O que quer que seja!
    Eu já lí histórias terríveis de grandes escritores!
    Mas eles publicaram mesmo assim, pois estavam escrevendo pelo prazer! E a eles deu prazer! Por isso, tenha prazer, não medo!
    E tenha certeza, vai nos agradar!

    Beijão!
  7. Anonymous Diane Postado em 26/10/05 08:53  
    Nina! Mas é assim mesmo, tenho certeza que acontece com escritores renomados e com outros blogueiros como nós! Só quero lhe dizer que estarei aqui para ler o que escrever! Beijos! Te linkei, viu?
  8. Blogger Bill Postado em 26/10/05 10:28  
    Olha é o seguinte, se começar a demorar demais que quero meu dinheiro de volta.
    hahhaha

    Te amo amore =]

    :************
  9. Anonymous LuLu Postado em 26/10/05 10:48  
    Mocinha, linkei você lá no Quarto. Tem algum problema? Se tiver, avisa que eu tiro o link ok?
  10. Anonymous cleide Postado em 26/10/05 12:16  
    As vezes a gente bloqueia mesmo miga.Mas não se preocupe.Quando a vontade vier, vc vai escrever como se tudo já estivesse pronto dentro de vc!
    beijnhos!
  11. Anonymous Anônimo Postado em 26/10/05 14:42  
    Oi Nina, td bem? A que prêmio o Blônicas está concorrendo? Bjs do Botter.
  12. Blogger G.E. Cidade Morena Postado em 26/10/05 15:43  
    "Quero a solidão dos píncaros"

    Eu pratico vôo livre,(Paragliding) e sei muito bem oque é isso..É uma solidão povoada de maravilhas,ventos e termicas...
    É ver o mundo como Deus o vê.

    Carpe Diem..
  13. Anonymous DO Postado em 26/10/05 15:52  
    Não precisa pedir desculpas,Nina.
    Qdo menos vc perceber tudo aparece e vc consegue colocar.
    Beijão!
  14. Anonymous D. Afonso XX, o Chato Postado em 26/10/05 20:44  
    Já disseram o melhor: escrever tudo e depois revisar a forma. E mesmo assim, olhe lá. Tem muita coisa bos sem forma por aí. bjs
  15. Anonymous Sandra Postado em 26/10/05 21:45  
    Pense no final que quer dar... Pense, discuta com vocêe mesma e só aí sente na frente do computador. Sem idéia de onde quer ir, não sairá... Vai com calma que logo, logo a idéia surge.

    Beijão.
  16. Anonymous Alex Postado em 26/10/05 22:07  
    Carol Minina... hehehehe
    Num esquente com isso não... uma de minhas intenções quando criei o oficina foi praticar a minha formação de idéias, transcrevê-las para um texto e praticar o debate. Acho que esta dando certo.
    Vez por outra eu me aventuro a escrever um poema, textos, músicas... logo de início eu dificilmente gosto, mas quando mostro pras pessoas elas gostam. Continue escrevendo e mostrando pras pessoas e ouça a opinião delas, não tenha receio de sua criação.
    Beijos.
  17. Anonymous maheve Postado em 27/10/05 00:42  
    Oi, amei o blog e estou ansiosa pelas partes finais do conto.Boas inspirações pra vc!
  18. Anonymous Lidiane Postado em 27/10/05 02:15  
    Não espera muito que as idéias têm pernas.
    Mãos a obra!
    Beijo.
  19. Anonymous Márcia(clarinha) Postado em 27/10/05 14:03  
    oi linda meNina!!
    seus amigos falaram tudinho que eu falaria,escreva sem medo,coloque pra fora e depois leia,releia e leia de novo,rsss...verá que fará maravilhas para que possamos nos deliciar!!
    obrigada por sua visita!!!
    eu voltarei com certeza para aplaudir seu conto!!
    lindo dia minha querida!!
    beijossssssssssss
  20. Anonymous Márcia(clarinha) Postado em 27/10/05 14:03  
    oi linda meNina!!
    seus amigos falaram tudinho que eu falaria,escreva sem medo,coloque pra fora e depois leia,releia e leia de novo,rsss...verá que fará maravilhas para que possamos nos deliciar!!
    obrigada por sua visita!!!
    eu voltarei com certeza para aplaudir seu conto!!
    lindo dia minha querida!!
    beijossssssssssss
  21. Blogger freu Postado em 27/10/05 20:42  
    Oi, Nini!!!
    Quanto tempo que eu não venho aqui!
    Tá rolando até contos! Que bom!
    Vai fundo...
    Te amo.
  22. Anonymous Jana Postado em 28/10/05 09:38  
    Eu espero... Enquanto isso delicio-me com Bandeira!

    Beijos!

Postar um comentário

« Home