24 janeiro 2006

Ridícula? Não, imagina...



Um dos meus grandes problemas, acho que desde que me conheço por gente sempre foi uma certa "baixa estima". Não sou de me vangloriar de nada, tenho sérios problemas em aceitar certas coisas da minha pessoa, da minha aparência e personalidade.

Acho que o nome certo seria uma imensa "insegurança". Porque eu não sou linda, mas também não sou horrorosa, meu cérebro sabe disso mas não consigo me sentir bem, ser vaidosa e tal.... Acho que tem horas que prefiro me "anular".

Sabe aquela coisa de ficar quieta pra ver se ninguém te nota? Porque você cansou realmente de ser deixada de lado em uma conversa? Bem, eu prefiro realmente ficar quieta, na minha mesmo, por mais que eu seja uma pessoa insegura, uma das coisas que eu detesto é que me deixem falando sozinha, como se eu não existisse. Pra evitar maiores aborrecimentos, corto o mal pela raiz.

Acho que minha escapatória sempre foi escrever. Escrevendo exorciso tudo dentro de mim. Sou só eu, a tela, o papel em branco e essa doida que eu tenho dentro de mim. Doida de amor. Doida de idéias. Doida de vontade de mudar tudo, de ajudar todos, de fazer da minha vida e do meu mundo algo muito melhor.

Tenho uma certa dificuldade de me expressar verbalmente, ao vivo e a cores. Sou muito melhor escrevendo cartas, aí digo realmente tudo o que tem que ser dito, não apenas o que tive coragem de falar na cara. Por isso gosto tanto de receber e enviar cartinhas... Porque a caneta sabe contar melhor do que eu o que vai no meu coração. Seja pelo amor, seja pelo ódio, seja pela tristeza ou seja pela saudade.

Mas acho que estou cansando de ser assim... Queria poder dizer tudo na cara, ter coragem de sair correndo pra gritar "Eu te amo", ditar idéias e poder enfim mudar o mundo com minhas ações.... Não ser mais alguém que deixa tudo apenas no papel.

Saber amar de verdade, saber me tratar melhor... Sentir que eu também mereço um pedacinho da lua pra mim, lutar por um sonho que parece tão irreal, retrucar na cara de quem não acredita em mim e insiste pra que eu desista....

Mas esse é o problema de ser tão "intensa". Vivo tudo tão aqui, dentro desse peito pequeno, que liberar tudo isso dói, dói demais...


E no fim perceber que tudo isso é muito ridículo. Que eu não sou nada, nada mesmo, que não posso mudar nada, que nunca vou conseguir me libertar de mim mesma.... Dessa menina boba, imatura, ridícula demais. Que não é nada e insiste em ser feliz.



(Desabafo total. "Tarde da madrugada", por favor peço que não façam comentários do tipo, solidários, e talz... Senão me sinto mais ridícula ainda... Escrevi apenas por escrever, acho que Florbela tem aumentado muito a dose de melancolia no sangue... =] Um lindo dia à todos os amigos!!! )




HOJE, FLORBELA ESPANCA: EU
(Mais do que conveniente, não? Até "adivinhei" no MSN! =])
Visitem! www.prahoje.com.br/florbela

18 Comentários

  1. Anonymous Caíla Postado em 24/1/06 08:59  
    "Não sou nada. Nunca serei nada. Não posso querer ser nada. À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo." Fernando Pessoa
    Um beijo e toca a vida rumo a te conhecer amis e mais e te aceitar também!
  2. Anonymous Bill Postado em 24/1/06 10:30  
    Aff... o que dizer depois de ler tudo isso né... melhor é ficar quieto...
  3. Anonymous Sanka Postado em 24/1/06 10:58  
    Dizer que já fui assim é um comentário "solidário"?
    verdade.
    não sei em que ponto daminha vida isso mudou. Hoje não sou um poço de segurança e auto-estima não, mas me viro bem sento essa gordinha simpática de cabelos crespos´, óculos de grau e aparelho nos dentes.
    A "doida" que tem dentro de mim me redime.
    Quem sabe não é esse o lance?
    beijos!
  4. Anonymous Jana Postado em 24/1/06 11:55  
    |O importante é vc se conhecer melhor que todo mundo e isso vc faz..

    Mudar? Não sei, talvez vc mude, talvez não, mas as pessoas que realmente se importam com vc, estarão sempre ao teu lado.

    Mas se deseja mudar, vc tem q dar o primeiro passo!

    Beijos

    PS: Eu tb sofro de baixa auto estima, mas diferente de vc eu ataco, acho que a melhor defesa é o ataque!

    Beijos de novo
  5. Anonymous Dj Postado em 24/1/06 15:57  
    Para tudo!!!!
    Porque vc escreveu sobre mim ai hein? Puts sou assim como vc Nina!!! igualzinho!!!!
    Vc bem sabe agora o que tento fazer a meses e não consigo! Seria tão facil chegar nela e dizer tudo.. mais não consigo!

    Puts... sabe quero demais estar com ela mais meu medo me mata!!!!!!

    Beijos!!!
  6. Blogger Ricardo Postado em 24/1/06 17:28  
    Não poderia nunca ser solidário a vc... pois seria o mesmo que ser solidário comigo mesmo... e ser solidário, pra mim, encerra uma idéia de conformidade...

    E como eu posso estar conformado com o que eu sempre tentei mudar em mim??? Será que somos gêmeos que foram separados na maternidade?
    Hauhauhauhauhauahuahuahuahauauha!

    "E no fim perceber que tudo isso é muito ridículo. Que eu não sou nada, nada mesmo, que não posso mudar nada, que nunca vou conseguir me libertar de mim mesma...."

    No final vc escreveu a frase mais derrotista que poderia imaginar... e ela poderia ter perfeitamente saído dos meus lábios...sem nenhuma mudança...

    Sabe, a convivência de 6 anos com uma pessoa explosiva e super proativa teve um efeito engraçado em mim... minha essência continua a mesma, mas hj em dia me sinto mais livre de mim mesmo... consegue entender???
    Enquanto ela ficou mais comedida, apesar do vulcão ainda se a fonte que a move... só que direcionado...

    Vc, hj, conseguiu criar em mim uma identificação tão grande, que admito que não existia...

    BEm, amiga, vamos em frente... nós não merecemos muito.. ou pensamos que não... mas Deus é muito bom com a gente!!

    Beijão!
  7. Blogger Andreia Ramos Postado em 24/1/06 18:33  
    eu tb era como tu, ate k alguem me fez olhr bem ao espelho e me fez ver a pessoa k eu era!so tu podes gostar de ti linda!se sabes escrever tao bem tenho a certeza de k es um pessoa maravilhosa!
    beijinho!
  8. Blogger PiresF Postado em 24/1/06 23:22  
    Comentei via email.
    Um abraço.
  9. Anonymous Lidiane Postado em 24/1/06 23:29  
    Nina.
    Fueda.
    Tem horas que tenho vontade de sumir.

    Acho que é a única coisa que me deixa chateada hoje, na minha vida.

    Tou tomando homeopatia.
    Será que cura falta de boniteza?
    *risos*
  10. Anonymous mito Postado em 25/1/06 02:37  
    Minha querida, vim retribuir tua visita, vou ficar teu fã, poq essa tua fase é muito profunda.
    Brigado pelo carinho
    beijo
  11. Anonymous As 14 Máscaras Postado em 25/1/06 04:09  
    Nessas horas de reflexão o bom é olhar para a frente e se mexer.
  12. Blogger luma Postado em 25/1/06 08:45  
    Será que quer mudar mesmo? Ou é um sentimento temporário? As pessoas que gostam de você gostam pelo que é, não por aquilo que você gostaria de ser. Tudo isso são conjecturas. "Se" fosse diferente, acha que as pessoas mudariam? A sua insatisfação é pessoal ou com as pessoas que convive?
    Nina, faça um curso de teatro ou oratória. Coisas que a forcem a vencer a timidez. Inseguro todos nós somos, mas alguns fingem melhor!
    Excelente dia!! Beijus
  13. Anonymous LuLu Postado em 25/1/06 10:14  
    Putz! Eu sempre quis ser um pouco assim. Mais quieta, reservada. Sempre fui do tipo que fala tudo na cara. Minha amiga, quem fala o quer escuta o que não quer. Eu sei bem o peso desse ditado. Mas cada um tem sua personalidade. A gente muda algumas coisas quando elas incomodam mas não da pra mudar tudooo. Um beijo grande pra tu.
  14. Anonymous Caíla Postado em 25/1/06 21:50  
    Passei para agradecer a contribuição no meu blog e te deixar um beijo!
  15. Blogger Valkye Postado em 26/1/06 13:07  
    Oi moça, voltei, depois de tanto tempo, libertar-se de si mesmo é algo tão difícil e doloroso que na maioria das vezes nos acomodamos. Eu me acomodei. Espero que você não.
  16. Anonymous Iara Postado em 26/1/06 15:22  
    Olá tudo bem? Estou visitando os amigos que já passaram no meu Blog e por algum motivo nunca mais visitei. Estou redescobrindo o seu. não consigo imaginar o porque nunca mais te visitei. Seu Blog é encantador e o seu post de hoje está otimo. Será que ainda se lembra de mim? Bjos
  17. Anonymous morg Postado em 30/1/06 14:35  
    Independente de como vc se sinta, vc tem que aceitar que as pessoas te adoram, pelo seu jeito assim mesmo!
    beijo
  18. Anonymous sandra Postado em 30/1/06 23:22  
    Se serve de consolo, eu com meus 38 anos, tenho algumas crises existências parecidas. Faz parte do ser humano. Se não fizesse, seríamos chatos por demais (oopsss, Afonso, nada pessoal!! rsrsrsrs) Beijão, linda!

Postar um comentário

« Home